Os Estados Unidos é um dos maiores países desenvolvidos e com economia forte, por isso chama tanta atenção. Sua cultura, assim como seus ideais são conhecidos em todo o mundo, tamanha sua influência. O país tem o mercado imobiliário muito forte por ser alvo de quem procura investir, trabalhar, estudar ou somente conhecer suas cidades.

     O maior benefício de investir nos EUA é a sua economia que gira em torno de tudo. Um investimento, só por ser no país e em uma cidade prestigiada, já se enriquece mais. Se optar por investir e morar lá, poderá enriquecer também, pela facilidade em acesso à serviços e os altos salários.

   Os investidores têm um benefício único: os vistos. São dois tipos liberados: EB-5 para quem opta por morar no país, investindo e enriquecendo, e o E2, para quem deseja abrir uma empresa no país. A burocracia é grande, sendo necessário que quem vai com o intuito de ter um desses dois vistos, tenha bastante dinheiro para fazer esse investimento. O EB-5 é liberado para todos os familiares e demora cerca de 8 meses para ficar pronto e legal. O E2 permite que você lucre no país, mas não se torna um cidadão, e ainda é necessário que se assegure, no momento da obtenção desse visto, que conseguira manter seus acompanhantes e seu empreendimento.

   Cidades grandes como Orlando e Miami são muito frequentadas por turistas que desejam morar lá, tanto por suas diversidades quanto pelas suas atrações. Ambas se desenvolvem cada dia mais e o país tem total ciência disso, criando mais projetos para torna-las únicas.
    

                                                                                                                   Orlando                                                      Miami

    Quem não gostaria de comprar um lugar com vista de frente para o mar? O seu quintal é a praia de Miami! O Palazzo Del Sol te garante tudo isso. Pode dar vontade de morar, mas pense bem nas vantagens de investir: mais lucros, mais desenvolvimento e mais benefícios para o futuro. Confira o apartamento dos sonhos.